terça-feira, 12 de junho de 2018

1ª CORRIDA 13º BATALHÃO – 50 ANOS DA RÁDIO PATRULHA

Domingo de outono na capital paranaense, aquele friozinho típico com manhãs geladas, temperatura por volta dos 13ºC e lá estavam centenas de corredores no 13º Batalhão da Polícia Militar, para participar da 1ª Corrida 13º Batalhão - 50 anos da rádio patrulha.
O evento contou com provas de 5km e 13km, que tiveram largada às 7h e percorreram as ruas do bairro Novo Mundo em Curitiba. Além das duas distâncias, as crianças também puderam participar da festa na corrida kids.
A Equipe 28 de Agosto representou Itararé com a atleta Gabriela Gorski, que correu o percurso de 13km, considerado difícil pelos participantes pelo elevado nível técnico devido a grande quantidade de subidas. Gabriela concluiu a prova com o tempo de 1h09'56'', se classificando em 4º lugar na sua categoria, 25 a 29 anos.


domingo, 10 de junho de 2018

35ª MARATONA INTERNACIONAL DE PORTO ALEGRE - ITARARÉ NA ÁREA.

Na fria e bela Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, foi realizada na manhã de hoje, domingo, 10 de junho, uma das mais tradicionais provas pedestres brasileiras, a Maratona Internacional de Porto Alegre, evento que contou com corridas nas distâncias de 7,5 km, 21,097 km, e a prova principal de 42,195 km.
A competição, que neste ano completou 35 edições, reúne maratonistas de toda parte do país pois é considerada a mais rápida maratona brasileira por contar com percurso quase que totalmente plano e temperaturas baixas.
Além de rápida e boa pra marcas pessoais, a maratona passa por muitos pontos turísticos da cidade, como a Usina do Gasômetro, Parque Farroupilha,  Estádio da Beira Rio, Parque Harmonia, Fundação Iberê Camargo, Parque Marinha do Brasil, dentre outros, e conta com boa parte do percurso na orla do lindo lago Guaíba.
A prova de hoje foi marcada pela grande presença de atletas, aproximadamente 10 mil corredores, e pela chuva com trovoadas que exigiu bastante dos maratonistas.
Já na concentração, para a largada, pouco antes das 7h30, o que era uma garoa se transformou numa forte pancada, com ventos fortes e raios, mas nada que desanimasse os corajosos fundistas.
A competição foi vencida no masculino pelo atleta de Santa Catarina, Jurandir Couto Júnior, com o tempo de 2h21min41 seg, e no feminino pela queniana Jopkemei Kimosop, que concluiu com 2h51min22seg.
Dois itarareenses enfrentaram o frio, chuva, trovoadas, ventos fortes, e concluiram os desafiadores 42,195 km: Fagner José Bertoni e Guilherme Marques Gorski.
Fagner concluiu com 3h03min, e Guilherme fechou com 3h25min, ambos sendo premiados com belíssimas medalhas.





EQUIPE 28 DE AGOSTO - 100% ITARARÉ!

quinta-feira, 24 de maio de 2018

1982...

Do tempo em que se amarrava cachorro com linguiça.
De quando se fazia aula de datilografia.
E o legal era ter um walkman.
As pesquisas a gente fazia na Barsa.
E a diversão era jogar "Stop".
As meninas colecionavam papéis de carta.
Os meninos chutavam bola com Kichute.
E quem podia, brincava de Aquaplay.
A moda era usar calça Fiorucci, tênis chinesinho, e alugar fita para assistir no videocassete.
E tinha corrida de rua.
Ah, como se corria!
Não era pela camiseta, pelo kit, ou pelas fotos.
Corria-se para ver quem ganhava. Simples assim. E muita gente corria.
Corria de conga, kichute, de keds ou descalço mesmo.
Corria-se muitas provas à noite, porque a nossa principal corrida, a São Silvestre, era à noite.
As medalhas, bem simples, eram só para os primeiros.
Troféus, prêmios como rádio,  bicicleta, caixa de cerveja, pacotes de feijão e arroz, eram raros, e muito disputados.
Quem não ganhava os prêmios, muitas vezes recebia o Diploma de Participação.
Não pode perguntar a idade, mas a mãe andou revirando o baú de recordações e garimpou essa pérola:
CORRIDA DA PRIMAVERA
18 de setembro de 1982.
Prova organizada pela Cofesa - Loja 11.

ESPORTE É SAÚDE